domingo, 23 de agosto de 2009

Mal com o Mundo


"Hakuna Matata: Quando o mundo te vira as costas, tu viras as tuas costas ao mundo", já dizia o Timon n'O Rei Leão. E às vezes apetece mesmo. Naqueles dias em que tudo está contra nós.

As pessoas ofendem-nos, discutimos, ficamos chateados. Para mim, nada é pior do que zangar-me com alguém. Sobretudo com alguém que, depois, não é capaz de conversar sobre o assunto, fazer as pazes.


Não é solução discutir e no momento seguinte, agir como se nada tivesse acontecido. Se eu não resolver o assunto, ele vai voltar a surgir até ao dia em que não haverá volta a dar. Portanto, há que falar, explicar os pontos de vistas, tentar compreender o outro lado. Falar.

A comunicação é a base da sociedade, da civilização e, como tal, da amizade.

Hoje, estou cansada, exausta. Não por esforço físico, mas pela enorme dor que tenho no coração e que faz doer cada segundo que passa.

3 comentários:

Nuno Branco, sj disse...

Ola Mariana! :)) então como tas? Pois agora já tas adicionada no meu blog. Vamos nos vendo por aqui...
Muito bom este post e sobre isto que escreveste conheço um outro post (de um blog q ja ta desactivado) que te pode ajudar: http://hajaoqhouver.blogspot.com/2008/04/uma-boa-conversa.html

Beijinho grande! Marca já aí na agenda um passeio por Madrid ;)
Ate breve!

Liliana Vieira disse...

Gosto muito de passar de vez em quando no seu Blog e ler o que vai escrevendo.
Concordo plenamente com o que diz neste Post.
Vá escrevendo, porque o que escreve é tão fácil e bom de ler...

Fique bem :)

Anónimo disse...

Também detesto quando há falta de comunicação depois dum conflito. É como não limpar os cacos dum vaso comum que caiu no chão e que ficam simplesmente lá feios e tristes a olhar para nós, acusando-nos da nossa separação. Que raiva! E não há mesmo nada a fazer qundo o outro não quer. Odeio!

Beijinho grande, micha