terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Coragem


Tenho medo, quero esconder-me.
Ficar só, no meu mundo, recolhida, sem medo.
Mas o mundo está lá fora. Anseia por mim, grita o meu nome.
Tenho de sair, mas não consigo.

Coragem.
Sair do casulo, é a luta diária de cada um de nós. Todos os dias, há um casulo novo de onde nos devemos libertar. É quente e agradável. Sabe bem estar lá dentro. Mas é preciso sair, enfrentar os problemas e abrir as asas. Ser borboletas e voar mais e mais alto.
Buscar forças no mais íntimo do ser, sorrir no mais difícil dos momentos e gritar soltando tudo o que há em nós.
Só assim se chega mais longe.

2 comentários:

Alex disse...

Mt bem dito! Continua com o bom trabalho :)
Optima escolha de música ja agr :P

Jenny B disse...

Eu traduzi seu borne no inglês e é verdadeiramente uma indicação bonita, poética… que nós somos todos como borboletas